...e ele chega!


O tempo passa. O fôlego retorna.
Parece milagre, mas as sementes de cura
começam a florescer nos mesmos jardins onde
parecia que nenhuma outra flor brotaria.
A alma é sábia: enquanto achamos que só existe dor,
ela trabalha, em silêncio, para tecer o momento novo.
E ele chega.


Um comentário:

Lilly M. disse...

'Tem selinho pra ti aqui:
http://meninaapenas.blogspot.com/2011/02/desculpem-o-atraso-aqui-estao-os.html

Espero que gostes.
beijos meus'