Depois de tantas buscas, encontros, desencontros, acho que a minha mais sincera intenção é me sentir confortável, o máximo que eu puder, estando na minha própria pele. É me sentir confortável, mesmo acessando, vez ou outra, lugares da memória que eu adoraria inacessíveis, tristezas que não cicatrizaram, padrões que eu ainda não soube transformar, embora continue me empenhando para conseguir.


3 comentários:

cáh disse...

lindo post... nos faz refletir bastante...
bjs

Hely ° disse...

Tem (vários)selos pra você lá no meu blog:

meninasegredos.blogspot.com

Bjaum.*.*.

Thaise disse...

Seu blog é liiindo. Passei horas lendo cada pedacinho de sentimento que colocou aqui. Adorei a visita lá no meu cantinho. Volte sempre. Tô te seguindo tá? Beijão flor!