Talvez seja tão simples, tolo e natural que você nunca tenha parado para pensar:
Aprendam a fazer bonito seu amor.
Ou fazer o seu amor ser ou ficar bonito.
Aprenda, apenas, a tão difícil arte de amar bonito.
Gostar é tão fácil que ninguém aceita aprender...
Tenho visto muito amor por aí.
Amores mesmo: bravios, gigantescos, descomunais, profundos, sinceros, cheios de entrega, doação e dádiva.
Mas esbarram na dificuldade de se tornar bonitos.
Apenas isso: bonitos, belos ou embelezados, tratados com carinho, cuidado e atenção.
Amores levados com arte e ternura de mãos jardineiras.

5 comentários:

O meu pensamento viaja disse...

Olá, Princesa! É tempo de pensar numa visitinha a Portugal.
Não vais arrepender-te.
Beijos.
Nina

Patrícia ♥ disse...

Oii..
tudo bem?

to passando pra deixar o end.
do meu outro cantinho,
pra vcs conhecerem ele tbm!!

beijoos
http://momentosdapathy.blogspot.com

Rô... disse...

oi Elaine...

adorei a suavidade com que sugere que o amor seja bem cuidado,
com muito carinho,
como se cuida de um jardim de amor-perfeitos,com delicadeza...

lindo
muitos e muitos beijinhos

Sii Thomazini disse...

E como isso é verdadeiro Elaine!!
Existem muitas pessoas que não se importam em deixar o amor bonito, sendo que é isso o que realmente importa.

Beejos querida

Borboleteando disse...

Oii!!
Passando para lhe avisar que tem presentinho para vc lá no meu blog :)
Beijos, linda semana

"Mesmo que não escrevas livros, és escritor da tua vida!"